sábado, 16 de março de 2013

O castigo de Deus - introdução

Nunca eu refleti tanto sobre as relações trabalhistas. Me questiono sobre o valor do trabalho humano. Ainda não me considero um marxista, mas admito que em muitas coisas Marx tinha - tem - razão.

Um comentário:

Wilson Leite disse...

Se continuar refletindo com toda certeza se tornará um marxista e mais ainda, um operário consciente que luta por outro modo de produção, o Socialismo.